segunda-feira, 16 de setembro de 2013

50 Dicas Para Escrever - Nº1

Dica nº1 : Crie o hábito de organizar palavras em ideias.

O meu irmão está numa de começar a fazer desporto a sério, mas mesmo a sério. Então tirou da internet alguns vídeos de motivação atlética. Ele mostrou-me alguns, mas não me lembro de todos.

Uma das frases que ficou-me mesmo na cabeça foi esta "You say you're not good at math? That's because you never studied! You say you can't write? That's because you never written before!"

A tradução da matemática não é necessário, mas a escrita diz: "Dizes que não sabes escrever? Isso é porque nunca escrevestes antes". E isso é tão verdade. Mais uma vez vou roubar uma citação do blog de Veronica Roth que não pertence mesmo ao blog dela, mas sim a Macklemore:

"The greats weren't great because at birth they could paint
The greats were great 'cause they painted a lot"

A tradução é: "Os bons não eram bons porque à nascença sabiam pintar/ Os bons eram bons porque pintavam muito".

E acontece o mesmo com a escrita. Nunca saberás se és bom a escrever se nunca tentares.

Eu comecei assim: eu queria que a minha professora da primária nos mandasse escrever uma composição acerca de ilhas para poder escrever aquela história que eu tinha na minha cabeça. O quarto ano acabou e ela nunca mandou escrever uma composição com ilhas, por isso peguei num lápis e num papel e escrevi a minha primeira história.

Para o meu projecto de agora foi:uma ideia apareceu-me na cabeça... mas também muitas ideias aparecem e não significam que eu deva perder tempo com elas, mas aquela chamou-me à atenção... Peguei num livro de apontamentos e comecei a escrevinhar as ideias. Onde seria a acção? Quem, como eram as personagens? Qual seria o tipo de ambiente emocional que a personagem principal tinha? Quantas mini-acções é que eu queria que existisse até atingir o climax da história? E assim por adiante.

Depois escrevi o primeiro capítulo, porque para mim foi o que desenrolou a história toda. E parei. Parei de escrever, mas não de pensar nisso. Passei séculos a fazer pesquisa até ter uma pequena ideia acerca do material que fala a minha história (Thank God for the Internet! Porque sem ela nunca teria feito nada. Como é que as pessoas escreviam antigamente?). Quando já tinha essa parte feita continuei.

"Comece a escrever qualquer coisa, não importa se é o começo, meio ou fim de uma história."





Sem comentários:

Enviar um comentário